Quinta-feira, 9 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Prefeito diz que retorno das atividades presenciais nas escolas e faculdades dependerá de análise de dados da Covid19

Segundo decreto do Executivo Municipal, as atividades estão suspensas até 14 de junho

05 Jun 2020 - 15:12

19 News

Prefeito diz que retorno das atividades presenciais nas escolas e faculdades dependerá de análise de dados da Covid19

Foto: Davi Valle

O prefeito Emanuel Pinheiro disse nesta sexta-feira (5), durante entrevista para a Rádio Jovem Pan, que a volta às aulas nas instituições de ensino públicas e privadas, e faculdades de Cuiabá deverá ser uma das últimas atividades a retomarem e, será de forma gradual, lenta e segura, sempre após avaliação do comportamento da Covid-19 na Capital.

Durante a entrevista Emanuel Pinheiro comentou a informação veiculada em um site da Capital de que o retorno das aulas previsto até o momento para o próximo dia 15 teria sido suspenso diante do aumento verificado nos últimos dias, do número de casos da Covid-19 em Cuiabá. De acordo o prefeito, o aumento dos casos, no percentual de 5% a 7%, já era previsto pelas autoridades de Saúde e da Vigilância Sanitária.

O prefeito confirmou que a última atividade a voltar a sua rotina normal serão as escolas e as faculdades, em razão das características da atividade. “Se será dia 15, como previsto, ou dia 30, ou em julho ou em agosto, é o comportamento da Covid-19 que vai dizer”, destacou lembrando que todas as atividades econômicas retomadas obedeceram a critérios estabelecidos nos decretos municipais, como horários reduzidos e fortíssimas medidas de biossegurança e de distanciamento social.

Segundo o prefeito de Cuiabá, as escolas e faculdades pelas suas características e especificidades, por envolverem um público significativo, as escolas públicas e privadas, 110 mil alunos e 30 mil trabalhadores, e dentro de cada estabelecimento, salas com 40 a 50 alunos, sendo difícil manter o distanciamento social além do fato de que as crianças são assintomáticas e outras variáveis, exige um cuidado maior como vem acontecendo em outros países.  

“Então, até 14 de junho a rede pública e privada de Cuiabá e as faculdades estão com suas atividades suspensas. Acho que neste semestre vai ser difícil voltar, mas só posso dizer isso avaliando diariamente o comportamento do vírus, junto com o comitê. Se detectarmos que é um risco para a propagação com mais rapidez e mais força da Covid-19, não iremos abrir porque o que está em jogo é a saúde e a vida da população”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

 
Por assessoria/ Maria Barbant

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet