Domingo, 9 de agosto de 2020

Notícias / Opinião

Covid-19: Os 17 conselhos de um dos maiores especialistas do mundo é Fake News

28 Mai 2020 - 19:20

19 News

Covid-19: Os 17 conselhos de um dos maiores especialistas do mundo é Fake News

Foto: Divulgação

Circula-se na internet que o virologista norte-americano Robert Ray Redfield Jr., nascido em 10 de julho de 1951, atual Diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças e desde março de 2018 atual administrador da Agência de Substâncias Tóxicas e Registo de Doenças. O também chefe da Clínica de Doenças Infecciosas da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos da América, teria apresentado 17 reflexões sobre a atual pandemia da covid-19, porém depois da grande repercussão nas redes sociais, o site G1 afirmou que a lista existe controvérsia.

As 17 reflexões sobre a covid-19 seriam:

1. Talvez tenhamos de conviver com a covid-19 por vários anos. Não vamos negar nem entrar em pânico. Não vamos tornar as nossas vidas inúteis. Vamos aprender a conviver com este fato.

2. Não podemos destruir o novo coronavírus, que penetra nas paredes das células, apenas com as habituais regras de higiene, como lavar constantemente as mãos. A única coisa que vamos ter que fazer é ir ao banheiro mais vezes.

3. Apesar disto, lavar as mãos e manter distância física de dois metros é o melhor método de proteção.

4. Se não tem um paciente covid-19 em casa, não há necessidade de desinfetar as superfícies do lar constantemente.

5. Embalagens, botijões de gás, carrinhos de compras e caixas automáticos não transmitem o vírus. Lave as mãos e viva a sua vida como sempre a viveu.

6. A covid-19 não é uma infecção que se transmita de forma alimentar. Está associada a gotas de infecção, tal como a gripe. Não há risco comprovado de que a doença seja transmitida em alimentos.

7. Pode perder o olfato como em muitas alergias e infecções virais. A perda de olfato é um sintoma comum em muitas complicações, e não apenas da covid-19.

8. Uma vez em casa, não temos necessidade obrigatória de trocar de roupa e de ir tomar banho com uma freuência incomum. A pureza é uma virtude, a paranóia não.

9. O coronavírus não está no ar. Trata-se de uma infecção respiratória transmitida por gotículas que só acontece com o contato próximo.

10. O ar está limpo. Podemos caminhar pelos jardins, mantendo, naturalmente, a distância física de proteção.

11. O sabão normal é suficiente para eliminar o vírus que provoca a covid-19. Sabão antibacteriano nada resolve. O corona é um vírus, e não uma bactéria.

12. Não precisa preocupar-se com as entregas de comida em casa, ou mesmo take-away. Mas caso sinta mais confiança, pode aquecer os alimentos no microondas.

13. As probabilidades de levar o coronavírus para casa nos sapatos são as mesmas das de sermos atingidos pelo mesmo raio duas vezes no mesmo dia. Trabalho contra vírus há 20 anos e as infecções não se espalham assim desta forma.

14. Ninguém fica protegido do vírus se tomar vinagre, nem sumos, nem gengibre. Podem favorecer a imunidade, mas nunca na cura.

15. Usar máscara por longos períodos interfere nos níveis de respiração e de oxigênio. Use-a apenas quando o distanciamento social for impossível, principalmente em espaços confinados.

16. Usar luvas também é má ideia. O vírus pode acumular-se na luva e ser facilmente transmitido se tocarmos no rosto. O que fazer? Aquilo que nenhum virologista se cansará de aconselhar: lavar as mãos regularmente.

17. A imunidade é muito enfraquecida ao permanecermos em ambientes estéreis. Mesmo se comermos alimentos que aumentam a imunidade. Saia regularmente de casa. Vá a parques, à praia, ao campo. A imunidade é aumentada pela exposição a agentes patogéneos e não por ficar em casa a consumir alimentos fritos, condimentados, açucarados ou bebidas gaseificadas.

Veja também: “A Covid-19 vai durar 100 anos e mudará nossa vida para sempre”, diz jovem fenômeno das redes sociais
Por Impala News
 
ATUALIZADA EM 29/05/2020 - 13:02

Segundo o site G1 com publicação no dia 29/05/2020, a lista com as 17 dicas do Dr. Robert Rey Redfield há controvérsias. Segundo o site, a assessoria do CDC, Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo dos Estados Unidos não fez esse o pronunciamento e recomenda uso de máscara e distanciamento social para prevenção da Covid-19. Veja a matéria AQUI.

 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo 14 Jun 2020 - 07:00

    No final do texto, o G1 em atualização em 29/05 Diz q há controvérsias, MAS QUAIS CONTROVÉRSIAS? Eles tinham que ter perguntado ao virologista e não a onde ele trabalha, pode ter sido uma opinião particular, não uma nota da empresa onde ele trabalha. Na minha opinião tudo que está descrito faz algum sentido e em nenhum momento está dizendo que todos devem fazer tudo o que fazia antes como se estivesse tudo normal, sabemos que muitas mudanças terão que ser mantidas daqui pra frente.

  • Lucia Antonaccio 02 Jun 2020 - 16:58

    Sou casada, estou dormindo em quartos separados. E andamos de máscaras qdo ele chega do trabalho. Quero fazer uma pergunta. Tenho um irmão muito doente de cancer. Ele tem sempre ido ao hospital. Tenho 67 corro risco levando ele?

 
Sitevip Internet